quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

O POSTE SEM LUZ

Por Osvaldir Silva


                       Ficou claro que a política do Mantega (entenda-se Dilma),  era inoportuna, retrógrada, mas, insistiram. 
                       O populismo, por si só, é um retrocesso, o imblógrio está criado, e a situação pode ficar caótica. 
                        A contenção de ajustes na economia, pode ser um tiro no pé. Aquele marketing da devolução das contas de energia,  gerou agora,  com este  verão antecipado, maçarico totalmente aberto, um curto circuito. 



                         Mais que ausência de chuvas, os governos dos últimos vinte anos nada fizeram para melhorar a questão energética, escorregaram, empurraram com a barriga. 
                         Em qualquer empresa privada,  todos dançam, com o mínimo de suspeição. Ao contrário, nestes governos, se endeusam os pares,  como agora, em que a digníssima, "presidenta" mantém  a Graça cheia de graça, para não cair  em desgraça. 
                        Esperar as eleições na câmara e senado,  não deu muito certo. 
                        E o chefão? Se aproveita do poste sem luz, força a PTroubrás, ficar sem Graça, e somente pelo boato da saída, o dólar cai, e as ações sobem.
                        Pois, é! 

                        Quando será que teremos governos à altura de um país continente?
                        Que lute pelo povo, sem ser populista, pois destes, sabe-se, o que vai dar.

                        E o povo?
                        Bem,...esquece!

Nenhum comentário:

Postar um comentário